Notícias

Penafiel trava desemprego

30.04.2004


  PARTILHAR




Cátia Mateus

PRECAVER as situações desemprego e apostar na qualificação dos activos empregados é grande meta da Câmara Municipal de Penafiel (CMP). Através da sua empresa municipal, Profidelis, a autarquia prepara-se para lançar já em Maio um conjunto de acções de formação - programa S@ber+ - destinadas ao munícipes que procuram a valorização das suas competências e o combate à iliteracia tecnológica.

Penafiel é um concelho com uma população relativamente jovem, mas com baixos níveis de qualificação. Uma conjuntura que levou a CMP a estruturar um conjunto de iniciativas com vista a promover a valorização pessoal e profissional dos activos empregados do concelho.

As acções S@aber+ são uma das partes desse projecto. Segundo João Abreu, presidente do conselho de administração da Profidelis-Empresa Municipal, "a autarquia tem vindo constatar que em situações de desemprego, o reingresso no mercado laboral é um processo moroso e complicado para grande parte dos penafidelenses". Na base desta dificuldade estão lacunas evidenciadas em matéria de competências técnicas e linguísticas.

Um conjuntura que levou a autarquia, através da sua empresa municipal, a estruturar uma aposta forte do campo da formação com a criação de várias estruturas como uma unidade de inserção na vida activa (UNIVA) e um Centro de Certificação de Competências.

As acções S@ber+, agora anunciadas incidirão sobre áreas ligadas à vertente linguística e técnica. "Além de cursos de inglês e espanhol, serão também ministradas formações em Higiene e Segurança Alimentar, Gestão e Contabilidade, Internet para o cidadão e Literacia Tecnológica", explica.

João Abreu adianta que todas as acções de formação estão estruturadas em dois módulos - iniciação e aprofundamento - com duração de 50 horas cada.

O programa de formação direcciona-se para activos empregados com mais de 18 anos e é apoiado pelo Programa Operacional do Emprego, Formação e Desenvolvimento Social (POEFDS) e pela Direcção-geral de Formação Vocacional.

Para o responsável, a meta do projecto é "mobilizar os adultos para a importância da aprendizagem ao longo da vida, estimulando a aquisição e reforço das suas competências". Trata-se de, "numa altura em que a perca de emprego é um perigo, precaver o desemprego capitalizando formação".





DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


1 CHEFE DE UNIDADE DE RECURSOS HUMANOS

Autoridade da Concorrência (AdC)

1 ESTÁGIO CURRICULAR EM GESTÃO DO ARQUIVO

Autoridade da Concorrência (AdC)