Notícias

O tempo dos 'cientistas' empresariais

O tempo dos 'cientistas' empresariais

Criar valor nas empresas através de uma gestão científica, conduzida por profissionais qualificados é o propósito do Business Case Institute. A associação profissional independente acaba de chegar a Portugal e lançou o Business Case  Body of Knowledge que definirá as bases para a certificação profissional nesta prática de gestão. 

18.12.2015 | Por Cátia Mateus


  PARTILHAR



Gerir uma empresa com o mesmo rigor que um projeto científico é o que o Business Case Institute (BCI) que ajudar a promover junto dos profissionais e organizações nacionais. A associação criada em Inglaterra, em meados deste ano, entrou em Portugal e prepara-se para começar a certificar profissionais que se tornarão especialistas em Business Case, “através de metodologias, boas práticas e ferramentas essenciais ao desenvolvimento profissional de gestores e quadros médios e superiores de empresas”, explica Cláudia Teixeira, fundadora e membro da direção do BCI.

A associação integra profissionais de gestão com diversos backgrounds de projetos ao nível setorial (energia, saúde, TI, retalho e outros), cuja orientação é apoiar as organizações a criar valor através da gestão científica e da certificação dos seus profissionais. Como? Através do Business Case, e neste caso específico do Business Case Body of Knowledge (BCBOK). “Trata-se de uma prática de gestão que permite quantificar de forma fiável os benefícios de uma qualquer decisão empresarial sobre investimentos”, clarifica a especialista. ?A metodologia pode ser aplicada, por exemplo, para perceber se a mudança de layout de uma rede de lojas gera, ou não, um impacto positivo nas vendas, ou se uma empresa deve investir na compra de um software para melhorar a eficiência de processos, entre muitas outras questões.

?O objetivo do BCI é colocar estas e outras decisões estruturantes das organizações debaixo de pressupostos científicos e mais racionais, por oposição a um método atual que para Cláudia Teixeira “é baseado em modelos empíricos e no modelo tentativa-erro”. A operacionalização nas organizações deste método será realizada através através do BCBOK, ”um normativo que vai apoiar os profissionais de qualquer sector e função a tomar decisões de investimento em projetos mais credíveis e menos arriscados, ao realizarem business cases, aumentando a previsibilidade do retorno do investimento destas iniciativas”, realça. O BCBOK está disponível online e até ao final do ano será de download gratuito. ?

Em paralelo, o BCI irá promover em território nacional encontros locais para divulgar a norma e a angariação de membros, sensibilizar para a necessidade de profissionalização e promover a certificação, tanto nas empresas como no tecido empresarial. Esta certificação, explica Cláudia Teixeira, “será realizada através de metodologias, boas práticas e ferramentas essenciais ao desenvolvimento profissional de gestores e quadros médios e superiores de empresas”.



OUTRAS NOTÍCIAS
COHiTEC procura tecnologia de topo para transformar em negócios

COHiTEC procura tecnologia de topo para transformar em negócios


nvestigadores e tecnólogos de instituições de ensino superior, centros de investigação, empresas ou participantes a título individual, que tenham desenvolvido...

APPM une profissionais para pensar o Marketing

APPM une profissionais para pensar o Marketing


A Associação Portuguesa dos Profissionais de Marketing (APPM) prepara-se para repetir, já no início do próximo ano, uma nova edição da Marketing Marath...

“Portugal tem um caminho a percorrer na forma como valoriza o design”

“Portugal tem um caminho a percorrer na forma como valoriza o design”


Não perdeu a conta aos projetos que já assinou, até porque garante que cada um é uma parte de si, mas mantém por realizar o seu grande sonho: “assinar um produ...



DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


Arquiteto

Anónimo

Colaborador

Anónimo

Comercial / Diretor(a) Comercial

ERA BELÉM RESTELO & ERA ALCÂNTARA/AJUDA