Notícias

Moda cria 450 postos de trabalho

06.01.2006


  PARTILHAR



Cátia Mateus

A KIABI, uma marca francesa de comércio de vestuário, acaba de entrar no mercado nacional com a abertura da primeira loja no Fórum Retail Park, em Almada. Para colocar esta unidade em funcionamento, a cadeia — que é controlada pelo mesmo núcleo accionista da companhia Auchan — recrutou 40 pessoas. Mas Christophe Garbino, director ibérico do grupo, assegurou já que Portugal está na rota de investimento da marca e que até 2010 deverão abrir no país 10 a 12 unidades, prevendo a criação de 450 postos de trabalho.

Até há pouco tempo a KIABI actuava em Portugal apenas como compradora de artigos de vestuário a cerca de 13 empresas nacionais. Agora, a marca vai também comercializar esses produtos em território nacional.

A empresa que tem como lema adaptar as últimas tendências da moda internacional ao mercado local a preços muito competitivos, investiu 1,5 milhões de euros na abertura da loja de Almada. Um investimento que deverá crescer até aos 20 milhões de euros em 2010, altura em que serão 12 as lojas em solo luso e cerca de 450 os trabalhadores ao serviço da marca.

A maior percentagem destes empregos será criada em Lisboa, onde o director ibérico da marca considera que haverá espaço para cerca de quatro a cinco lojas. No Porto, apenas deverão surgir duas a três lojas. As restantes unidades deverão surgir, segundo Christophe Garbino, fora destes centros urbanos.

A Kiabi foi fundada em França, em 1978, e detém no país 121 lojas. A marca está também presente no mercado espanhol, com oito lojas, e em Itália, com cinco unidades.





DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


1 ECONOMISTA ESPECIALISTA DE CONCORRÊNCIA

Autoridade da Concorrência

1 TÉCNICO ESPECIALIZADO

Autoridade da Concorrência