Notícias

Empresários 'à la minute'

09.09.2005


  PARTILHAR




Cátia Mateus

O DESAFIO está lançado. A Strategy for Improvment, uma empresa especializada na prestação de serviços de apoio à gestão quer colocar 30 equipas de jovens estudantes empreendedores a cumprir o objectivo de criar uma empresa em 24 horas. O jogo «24 horas de Gestão» decorrerá entre os dias 3 e 4 de Novembro, em Lisboa, e a organização da iniciativa já assegurou que não se trata de uma formação com recurso a simulacro informático. Neste jogo, os concorrentes ficarão cara a cara com os agentes reais necessários à criação de um negócio. A resistência será posta à prova.

Ao todo estarão envolvidas neste jogo 30 equipas com três a cinco elementos que em 24 horas de competição ininterruptas mostrarão as suas aptidões empresariais, bem como os seus conhecimentos de gestão e aptidões físicas e intelectuais.

Segundo Alexandre Real, director do projecto, a meta desta iniciativa é «diminuir o fosso existente entre o que se aprende na universidade e a realidade do mundo empreendedor». Para o responsável, «a preparação da juventude encontra-se muito aquém das necessidades e desafios impostos pela dura realidade do mundo empresarial e com este jogo queremos dar uma oportunidade aos mais expeditos e resistentes através de uma experiência simulada em contexto real».

Em apenas 24 horas, as equipas deverão cumprir todas as etapas e fases burocráticas inerentes à criação da empresa, desde a definição do conceito de negócio, passando pela realização do estudo de mercado, aos registos, escritura, elaboração de plano de «marketing» até à selecção do escritório e escolha dos equipamentos necessários.

Mas esta prova não se fica por aqui. No decorrer do jogo, os concorrentes serão ainda sujeitos à resolução de problemas surpresa e diversos obstáculos que deverão superar com recurso às suas capacidades físicas e intelectuais. Alexandre Real, explica que as três equipas melhor qualificadas receberão um prémio monetário a aplicar na empresa.

O evento, que tem agora a sua primeira edição, está, segundo Alexandre Real, «100% adaptado à realidade portuguesa». O responsável pela iniciativa garante que «não se trata de uma simulação informática distante da realidade empresarial». E explica que «a simulação tem pressupostos reais e o objectivo é que os empreendedores entrem em contacto com as entidades verdadeiras».

O jogo destina-se a estudantes que podem ir do 10º ano de escolaridade ao mestrado, já que, como explica o director, «o empreendedorismo não tem limites etários». O objectivo da iniciativa é potenciar a partilha de conhecimentos e capacidades dos candidatos e fomentar o seu espírito de iniciativa. As inscrições decorrem em www.sfori.com





DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


Arquiteto

Anónimo

Colaborador

Anónimo

Comercial / Diretor(a) Comercial

ERA BELÉM RESTELO & ERA ALCÂNTARA/AJUDA