Notícias

Desemprego

20.05.2005


  PARTILHAR




Vítor Andrade


A NOTÍCIA foi servida, fria, por volta da hora do jantar. Os últimos dados apurados pelo Instituto Nacional de Estatística apontavam para a existência de 412 mil desempregados, em média, durante o primeiro trimestre de 2005. Ou seja, atingimos uma taxa de desemprego de 7,5%, mais 0,4% que no último trimestre de 2004 - a mais alta dos últimos oito anos.

Alguns analistas garantem que, a manter-se a actual conjuntura económica, é muito provável que Portugal chegue, a prazo, aos 10% de taxa de desemprego. Assusta só de pensar. Mas não é um cenário que possamos ignorar olimpicamente. Ou os portugueses desatam a investir na sua própria formação e a criar novas e inovadoras empresas, com o apoio de um Estado amigo do investidor, ou então Portugal falhará em toda a linha.

Não tenhamos ilusões. Aproximam-se tempos difíceis. Mas temos que nos superar e vencer inequivocamente esta crise.





DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


Advogado

Anónimo

Advogado

Anónimo

asesor económico/comercial

Embajada en Lisboa