Notícias

CINEL renova certificação em Micro-soldadura

CINEL renova certificação em Micro-soldadura

O Centro de Formação Profissional da Indústria Eletrónica, Energia, Telecomunicações e Tecnologias da Informação (CINEL) acaba de renovar a sua certificação na área da Micro-soldadura. A instituição é uma das poucas a oferecer em Portugal esta formação. 

11.12.2015 | Por Cátia Mateus


  PARTILHAR



Os processos de certificação, quer de técnicos quer de laboratórios, são a atividade âncora do Centro de Formação Profissional da Indústria Eletrónica, Energia, Telecomunicações e Tecnologias de Informação (CINEL) que nos últimos anos tem vindo a apostar numa estratégia orientada para a melhoria das condições de prestação de serviços de formação adequados às necessidades do mercado e das empresas. Cumprindo esta orientação, o CINEL levou recentemente a Londres dois técnicos com vista à obtenção da renovação da certificação em três standards internacionais na área da Micro-soldadura IPC: Requisitos de Soldadura para Produtos Elétricos e Eletrónicos (IPC J-STD-001), Critérios de aceitação para inspeção visual de componentes (IPC-A-601) e Rework, Modificação e Reparação (IPC7711/7721).

Com esta renovação, o centro poderá prosseguir a certificação de especialistas nesta área em Portugal, garantindo a qualidade dos processos de micro-soldadura e montagem de equipamentos eletrónicos, de acordo com os padrões internacionais. ?Com uma validade de dois anos, a certificação obtida pelo CINEL é, segundo Conceição Matos, diretora do centro, “singular em Portugal e permite ao CINEL ser uma das únicas entidades no país apta a formar técnicos de empresas nestes standards”. A responsável explica que “em muitos casos, as empresas são obrigadas a ter técnicos certificados em um ou vários standards da IPC”. O facto do CINEL poder ministrar estas formações e certificações “permite que as empresas não tenham de enviar os seus técnicos para o estrangeiro para se qualificarem nesta área”, explica.?A certificação de especialistas em IPC tem como objetivo garantir a qualidade dos processos de micro-soldadura e da montagem de equipamentos eletrónicos, de acordo com padrões internacionais.

Segundo Conceição Matos, “esta certificação visa diminuir o tempo de fabrico, promover a inovação, utilizar linguagem técnica simples para uma uniformização da comunicação entre empresas, sempre com objetivo focado na performance final do produto, contribuindo para o reforço da competitividade das empresas no mercado nacional e internacional”. A certificação é dirigida a todos os profissionais que, direta ou indiretamente, possam ter influência no processo de fabrico de equipamento eletrónico - sejam eles chefes de equipa, supervisores, responsáveis de serviços de controlo de qualidade ou outros quadros com necessidade de conhecer os critérios de avaliação de acordo com estas normas - e está disponível em Portugal.



OUTRAS NOTÍCIAS
Consultoria: a nova estratégia das contratações

Consultoria: a nova estratégia das contratações


Quando em janeiro iniciar a sua próxima ronda de contratações para a empresa, Margarida Dias, diretora de Recursos Humanos da consultora EY, estará focada em identificar na...

Que empregos querem os millennials

Que empregos querem os millennials


“Profissionais mais jovens, que cresceram numa Era em que a flexibilidade é a regra, esperam encontrar essa mesma flexibilidade no seu contexto profissional”. Esta é uma das ...

Quando o currículo deita tudo a perder

Quando o currículo deita tudo a perder


Causar um bom primeiro impacto junto de um recrutador é determinante para qualquer candidato que queira garantir um processo de recrutamento bem sucedido e, naturalmente, um emprego. O curr&iac...



DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


ACCOUNTANT BANKING SECTOR-PSA BANK

Spring Professional Portugal

ARCHITECT / PROJECT MANAGER

Michael Page Portugal

ASSISTANT ACCOUNTING CONTROLLER

Spring Professional Portugal