Notícias

Apoiar ideias de negócio

28.11.2003


  PARTILHAR





Cátia Mateus

O IFDEP é o mais recente canal empreendedor


O ESPÍRITO de iniciativa empresarial e a capacidade empreendedora nacional têm um novo aliado. Com sede em Coimbra mas com ambições à escala nacional, o Instituto para o Fomento e Desenvolvimento do Empreendedorismo em Portugal (IFDEP) prepara-se para chamar a si parte da tarefa de "instigar a iniciativa e apoiar os potenciais empreendedores na materialização dos seus projectos".

A parte visível deste projecto - que centra a sua intervenção nas instituições de ensino secundário e superior com vista a promover a ligação efectiva entre o meio académico e a vida empresarial - é o sítio na Internet www.ifdep.pt onde o binómio formação/informação ganha uma nova dinâmica.

Consolidar competências

Partindo da constatação de que a maioria dos programas de apoio se direcciona para empresas já constituídas e não para empreendedores em processo de criação de negócio. De acordo com o presidente da direcção do recém-criado instituto, António Henriques, "falta um apoio efectivo na consolidação das ideias e sua concretização no mercado".

Com base nesta premissa, o responsável apresenta um modelo de actuação assente em vários eixos. António Henriques acredita que "a intervenção ao nível do desenvolvimento das competências das pessoas ligadas aos projectos é um factor central para o alcance dos objectivos estabelecidos e para a promoção da iniciativa empresarial, mas a formação por si só não chega".

Para António Henriques trata-se de "mudar mentalidades e derrubar as fronteiras do conformismo". Nesta "rota" do IFDEP, está planeada a promoção de seminários sobre a temática, apresentando o auto-emprego como uma alternativa de integração no mercado laboral.

Através do Centro de Apoio a Iniciativas Empresariais (CAIE), o instituto pretende também apoiar de forma permanente e efectiva os empreendedores dando um "tecto" à materialização dos seus projectos.

Ligar as escolas e as empresas

O responsável do IFDEP explica que apesar de estar sedeado em Coimbra, o instituto tem por meta abranger todo o país. Para tal, estão a acreditar vários consultores e reunir parceiros locais que prestaram apoio a todos os potenciais empresários que dele necessitem.

Além desta componente específica de formação com cariz essencialmente prático, o presidente do IFDEP preconiza uma actuação onde o papel do consultor é determinante na implementação da empresa no mercado.

Com um público-alvo centrado nos jovens estudantes do ensino secundário e superior, o instituto tem como palco de acção a escola, promovendo o estreitar das relações entre o mundo empresarial e o sistema educativo.

As acções de formação centram-se na identificação de oportunidades de negócio, na organização empresarial, na gestão e "marketing".





DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


AR ITALIANO

Experis Finance, Tax & Legal

CONTROLLER DE GESTÃO INDUSTRIAL

Spring Professional Portugal