Notícias

87% querem contratar em 2014

87% querem contratar em 2014

As empresas nacionais querem manter ou contratar novos colaboradores este ano. As áreas técnicas e comercias são as que mais vão beneficiar com este reforço.

24.04.2014 | Por Cátia Mateus


  PARTILHAR



Otimismo é a palavra de ordem em matéria de recrutamento para 2014. A conclusão é avançada pela empresa de executive search e head hunting MRINetwork Portugal/CIGA e está sustentada nos resultados do seu último inquérito às intenções de contratação das empresas portuguesas, esta semana divulgado. Segundo o Hiring Survey que a empresa realiza anualmente, 87% das empresas nacionais têm intenção de aumentar ou manter o seu número de colaboradores este ano. O número de empresas que planeia realizar reduções no seu quadro de pessoal diminuiu 17% face ao segundo semestre de 2012.

O mercado de trabalho está mais dinâmico e disso não parecem restar dúvidas, pelo menos para Ana Luisa Teixeira, country manager da MRINetwork Portugal, que considera “muito animadores” os resultados alcançados pelo Hiring Survey 2014, sobretudo “tendo em consideração o ambiente económico que se tem vivido”. Os dados alcançados pelo estudo deixam claro que há mais empresas com intenções de manter ou aumentar o seu número de colaboradores. Se em 2012 só 10% dos líderes inquiridos poderavam aumentar as suas equipas, em 2014 a perspetiva é de que 24% dos gestores contratem. Subida mais tímida tem a intenção de manter postos de trabalho que este ano se fixa nos 63%, por contraponto aos 60% apurados em 2012. Ana Luísa Teixeira destaca a importante  quebra sentida (menos 17%) na percentagem de empresas que perspetiva realizar despedimentos este ano.

Ana Luísa Teixeira destaca a evidência de uma crescente dinãmica no mercado de trabalho nacional, que se torna notória na percentagem de empresas (40%) que perspetiva vir a sentir alguma ou grande dificuldade em encontrar colaboradores com o perfil de competências essenciais às funções para as quais vai recrutar. De resto, entre as empresas que querem este ano contratar, o principal investimento será feito no recrutamento de quadros técnicos especializados (53%). Os recém-licenciados fazem parte das opções de 11% das empresas. As áreas técnicas e comerciais são as que mais vão beneficiar com as novas contratações. O inquérito da MRINetwork Portugal/CIGA foi realizado junto de 115 administradores, diretores-gerais e diretores de recursos humanos a nível nacional.



OUTRAS NOTÍCIAS
Contrafação na mira da Schneider

Contrafação na mira da Schneider


Organizado em parceria com o International IP Crime Investigators College (IIPCIC), a primeira edição do curso Schneider Electric APC Counterfeit Product Identification já aceita ...


"Queremos pessoas de elite"


Como é que a Capgemini deteta potenciais talentos e como os atrai e mantém? Nós temos dois tipos de população: a das pessoas que estão mais na área das...

Kelly IT Resources procura especialistas

Kelly IT Resources procura especialistas


A unidade especializada em Tecnologias de Informação da Kelly Services, a Kelly IT Resources, vai contratar a médio prazo 300 profissionais especializados na área das TI. O...



DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


Área Jurídica

Assembleia da República

Business Development Assistant

ARC International Design Consultants