Notícias

6 estratégias para trabalhar a partir de casa

6 estratégias para trabalhar a partir de casa

Situações familiares, pessoais ou até mesmo a política da empresa podem colocar um profissional perante o desafio de trabalhar a partir de casa. A flexibilidade de horários e o espaço de trabalho mais informal têm tanto de bom como de desafiante e uma coisa é certa, é preciso uma enorme disciplina para ser bem sucedido num regime de teletrabalho.

23.10.2017


  PARTILHAR
LinkedIn Twitter Facebook Google+



1 O espaço de trabalho
Não, não pode trabalhar de pijama ou na cama. Aliás, poder pode mas rapidamente verá a sua produtividade cair. Deve criar em casa uma zona de trabalho. 2 Arranje-se para trabalhar
Deve manter em casa as mesmas práticas que tinha no escritório. Se vestir roupa mais formal o ajuda a criar a fronteira entre a vida pessoal e profissional, coloque a gravata ou calce os saltos altos. 3 Cumpra horários!
Misturar tarefas pessoais e profissionais é o principal problema de quem trabalha a partir de casa. Seja intransigente e cumpra horários. Tudo o que for pessoal terá de ser feito fora do horário laboral. Esta regra vai ajudá-lo a manter o ritmo e níveis de trabalho. 4 Planifique e siga a agenda
Se tiver dificuldade em concentrar-se, organize o seu dia ao detalhe e cumpra a agenda. Faça um plano de trabalho e hierarquizado das tarefas mais urgentes para as menos importantes e cumpra-o diariamente. Vai manter-se mais focado.

5 Foque-se nos objetivos
Para ser bem sucedido a trabalhar a partir de casa é fundamental que defina objetivos semanais ou mensais. É a forma que terá para medir a progressão do seu trabalho e não se deixar desmotivar. 6 Recuse o isolamento
Quem trabalha a partir de casa está fisicamente sozinho a maior parte do tempo. É fundamental que se mantenha em contacto e troque ideias com os seus pares para combater a desmotivação.



OUTRAS NOTÍCIAS
Salário mínimo: baixas qualificações em pequenas empresas são decisivas

Salário mínimo: baixas qualificações em pequenas empresas são decisivas


São cada vez mais e representam uma fatia cada vez maior dos trabalhadores em Portugal. Em março deste ano, havia cerca de 730 mil trabalhadores que recebiam o salário mí...

Desemprego nos 8% até meio de 2018

Desemprego nos 8% até meio de 2018


Se no final do verão de 2016 um economista antecipasse uma descida da taxa de desemprego em Portugal de dois pontos percentuais no espaço de um ano seria apelidado de muito otimista. ...

Franchising assegura 117 mil empregos

Franchising assegura 117 mil empregos


Nos últimos três anos, o franchising nacional contribuiu para a criação de mais de 53 mil empregos em Portugal.  As 574 marcas presentes em território nacio...



DEIXE O SEU COMENTÁRIO




ÚLTIMOS EMPREGOS