Notícias

OIT aposta no emprego jovem

18.07.2003


  PARTILHAR




Ruben Eiras

A ORGANIZAÇÃO Internacional do Trabalho (OIT), o Banco Mundial, as Nações Unidas e várias outras organizações criaram no princípio deste mês a Youth Employment Network (YEN), uma iniciativa que visa a criação de um bilião de empregos dirigidos à população jovem nos próximos 10 anos.

O objectivo é colocar em acção a nível nacional as metas definidas no Cimeira do Milénio da OIT, realizada no ano 2000.

O objectivo é a criação de Planos de Acção Nacional (PAN) a nível dos Estados pertencentes à OIT, que mobilizem recursos financeiros para a criação de emprego para os jovens, criem "pontes" entre a escola e o mundo laboral e envolvam as organizações juvenis na concepção e colocação em prática dos PAN.

"Na próxima década, mais de um bilião de jovens vão entrar no mercado de trabalho. Actualmente, cerca de 40% do desemprego mundial concentram-se neste segmento populacional. Por isso temos de agir já, para que mais jovens não caiam nas malhas do terrorismo, da droga e do crime", referiu Kofi Annan, secretário-geral da ONU aquando da assinatura do protocolo.

Aquele responsável frisou que é crucial a participação activa das organizações juvenis neste processo, com a finalidade de obter abordagens inovadoras a este problema.

Os representantes das organizações de jovens que participaram na reunião de criação do YEN irão nomear um coordenador para trabalhar com o secretariado deste novo organismo.

Entre as entidades juvenis envolvidas, contam-se a AIESEC (Associação Internacional de Estudantes de Economia e Gestão) e o Fórum Mundial de Juventude, que reuniu na última vez em Braga, em 1998.





DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


1 estagiário

INPI Instituto Nacional da Propriedade Industrial

COLABORADORES

ERA BELÉM/RESTELO - ERA ALCÂNTARA/AJUDA

COLABORADORES

RE/MAX MAJESTIC