Notícias

Information Security reforça oferta do Grupo Rumos

Information Security reforça oferta do Grupo Rumos

A segurança da informação é o foco de uma nova pós-graduação da EdEA que têm início já no próximo mês. 

20.02.2015 | Por Cátia Mateus


  PARTILHAR



A Escola de Estudos Avançados (EdEA) do grupo Rumos vai iniciar no nínicio do próximo mês um novo curso de pós-graduação em Information Security. O curso está orientado para profissionais com competências no sector e que desenvolvam carreira nesta área e tem data de início marcada para 7 de março, em Lisboa.

Dotar os formandos das competências necessárias para “desenvolver, acompanhar e melhorar a atitude das organizações face à segurança da informação, garantindo por essa via a minimização do risco operacional na execução da estratégia e do modelo de negócio” é o grande objetivo da nova pós-graduação da EdEA. José Casinha, coordenador científico do curso, realça que “o programa e a estrutura desta pós-graduação está organizado de modo a facilitar o diálogo entre técnicos e gestores nos temas relacionados com a segurança da informação”.

Segundo o coordenador, o curso está particularmente vocacionado para “técnicos que pretendam progredir na carreira para as áreas de gestão e ainda para gestores que têm responsabilidade por departamentos de tecnologias de informação”. As suas características estruturais permitem que possa ser frequentado na sua totalidade, por ciclos mais curtos de especialização nas áreas-chave de Information Security Architecture, Information Security Operations e Information Security Management, ou ainda através de unidades modulares específicas, adequando-se desta forma às necessidades e ambições profissionais de cada aluno.

A pós-graduação em Information Security conta com um corpo docente de profissionais experientes e que exercem ativamente funções em empresas do sector, seja em Portugal ou no estrangeiro. José Casinha destaca o esforço feito pela EdEA para o curso fosse “mais do que apenas conceitos”. De acordo com o coordenador, “os conteúdos e a partilha de experiência prática são uma mais-valia que o corpo docente que integra a pós-graduação incorpora nos seus módulos, fornecendo aos alunos ferramentas que vão facilitar a aplicação de práticas de segurança de informação nas suas organizações”.

Segundo o José Casinha, a frequência da pós-graduação confere habilitação para a obtenção da certificação ISO 27002, aos alunos que concluam o curso com sucesso, bem como as bases de preparação para a certificação profissional Certified Information Security Manager (CISM), Certified Information Systems Auditor (CISA), Systems Security Certified Practitioner (SSCP), Certified Secure Software Lifecycle Professional (CSSLP) e Certified Information Systems Security Professional (CISSP).



OUTRAS NOTÍCIAS
4500 vagas nas Melhores para Trabalhar

4500 vagas nas Melhores para Trabalhar


Planos de carreira aliciantes, uma aposta constante e bem estrturada na formação dos seus profissionais, salários e benefícios extra-salariais acima da média do merc...

Há um novo CV no mercado

Há um novo CV no mercado


Chama-se “Candidato Premium” e é a mais recente aposta da plataforma de recrutamento do Expresso Emprego. O novo serviço, acessível a candidatos que integrem a base de...

Comité Olímpico fomenta emprego

Comité Olímpico fomenta emprego


Já está em funcionamento o Programa Emprego, uma iniciativa do Comité Olímpico de Portugal (COP), criada com o objetivo de promover a criação de oportunidades...



DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


ACCOUNTANT

Michael Page Portugal

ASSISTENTE DENTÁRIO - AMADORA

Kelly Services Portugal