Notícias

Quem são e quanto ganham os perfis mais procurados pelas empresas

Quem são e quanto ganham os perfis mais procurados pelas empresas

Está enganado se pensa que, pela sua dinâmica de contratação e potencial de crescimento, o sector das Tecnologias de Informação é o que pratica melhores salários. O primeiro MSearch Market Survey, o estudo da empresa de recrutamento MSearch que realiza uma radiografia ao mercado de trabalho português, demonstra que a área Financeira continua muito valorizada em termos de remuneração e que, apesar da crise que afetou o sector e de uma quebra generalizada dos salários praticados em Portugal, está no sector da construção uma das funções mais bem pagas do mercado. 

06.11.2015 | Por Cátia Mateus


  PARTILHAR
LinkedIn Twitter Facebook Google+



Um diretor de obra, no sector da construção, tem uma média de rendimento bruto anual superior à de um gestor de projeto na área das tecnologias de informação (TI), que é uma das funções que regista maior procura no mercado de trabalho nacional. Na verdade, um responsável administrativo e financeiro ligado à área da Indústria, Grande Distribuição e Retalho, também aufere mais anualmente do que um gestor de projeto na área das TI. O primeiro ganha, em média, 50 mil euros brutos anuais, os segundos €42 mil e os terceiros €45 mil, em valores médios brutos anuais, de acordo com o MSearch Maket Survey, o estudo da empresa de recrutamento do grupo Multipessoal que analisa as funções mais procuradas pelas empresas em Portugal e os valores de remuneração praticados.

Segundo o estudo, a que o Expresso Emprego teve acesso acesso em exclusivo, nenhuma destas funções é a mais bem paga do mercado nacional, título que cabe aos líderes das áreas de Auditoria, Consultoria e Tax, com rendimentos médios anuais na ordem dos €70 mil euros. Montantes que espelham “a retração generalizada que as bandas salariais registaram em Portugal nos últimos anos”, realça Mafalda Vasquez, associate director da MSearch.?

Nos últimos anos, o mercado de trabalho mudou em Portugal e no mundo. As carreiras são hoje mais globais, acompanhando o ambicionado esbater de fronteiras geográficas e de negócio das empresas, e as próprias exigências dos recrutadores no momento da contratação são substancialmente diferentes das que habitualmente norteavam os processos de recrutamento. “Entre 2014 e 2015 assistimos a um ano de clara transição e mudança. Foi o primeiro ano em que sentimos um real reforço das intenções de contratação das empresas”, explica a especialista da MSearch que destaca a transversalidade desta dinâmica a vários sectores.

Depois de um período de desinvestimento as empresas voltaram a contratar e procuram sobretudo pessoas que façam a diferença no contexto da organização e nos resultados do negócio. Um comportamento que Mafalda Vasquez assume como generalizado, ainda que destaque em particular a dinâmica de áreas como o Retalho e a Distribuição, “para funções operacionais e de gestão”, o Maketing e Vendas, o Grande Consumo onde, explica, “é muito evidente um reforço das estruturas comerciais e de marketing, na ótica do trabalho de redes sociais e comunicação das empresas, e também para posições de midle e top management”, tal como os sector farmacêutico, onde também é evidente a recuperação da dinâmica nas contratações.

Quem procuram as empresas?
Foi esta mudança do mercado que levou a empresa de recrutamento a sentir necessidade de ter uma radiografia atualizada das necessidades das empresas e a realizar o primeiro Market Survey. O estudo permite, segundo Mafalda Vasquez, não só perceber exatamente que tipo de profissionais procuram as empresas, quais as funções de que o mercado de trabalho mais necessita, em que áreas geográficas estão as oportunidades a ser criadas em maior escala, mas também o nível salarial que é hoje praticado pelas organizações nacionais e internacionais que contratam em Portugal. Para responder a estas questões, a empresa compilou todos os dados recolhidos pelas suas equipas de consultores na sua atividade diária que possibilitou uma análise cuidada dos sectores onde atua e a identificação das áreas que estão a gerar maiores oportunidades de emprego, os salários praticados e as competências requeridas (ver infografia).

?“Fazer este trabalho em 2015, significa que consultámos um mercado necessariamente diferente daquele que tínhamos antes da crise económica que tem afetado a Europa", explica Mafalda Vasquez acrescentando que “o clima económico ainda é desafiantes, mas está a mudar”. As opções das empresas no momento da contratação demonstram-no. Segundo a especialista, “os critérios de recrutamento mudaram. As empresas não estão dispostas a esperar muito tempo pelo retorno do investimento realizado nos processos de contratação e valorizam cada vez mais o recrutamento de profissionais experientes na área e no sector onde vão atuar e que possa gerar impactos imediatos no negócio”, explica destacando também uma crescente valorização das soft skills que cada vez mais se equiparam às competências técnicas em matéria de relevância nos processos de seleção.?

A par com as novas prioridades no campo das competências, a associate director da MSearch fala também na necessidade de adaptação a novos mercados que estão a gerar oportunidades profissionais aliciantes, como o Médio Oriente que, reconhece, “exige um maior esforço de adaptação dos profissionais mas garante salários muito atrativos, constituindo cada vez mais uma alternativa viável para funções de midle e top management, por oposição a mercados como o de Angola e Brasil que decresceram enquanto destinos de empregabilidade para os portugueses”. Segundo a especialista, o território nacional está novamente a destacar-se pelo seu potencial de atração de centros de serviços partilhados e reconhece que empresa que lidera tem sido chamada a liderar processos de recrutamento para a instalação de estruturas de shared services em Portugal, permitindo antever, também nesta área, um crescimento sustentado das oportunidades profissionais. ?

Quanto ganham os mais procurados?*

ENGENHARIA & TECNOLOGIAS

Indústria Alimentar e Automóvel
Diretores de Produção/Manutenção ............................... €45 mil anuais*
Gestores de Compras .................................................. €35 mil anuais*
Engenheiro de Processos de Melhoria Contínua ............... €24 mil anuais*
Supervisores de Produção ............................................ €21 mil anuais*
Técnicos de Qualidade ................................................. €18.200 anuais*
Técnicos de Manutenção .............................................. €18.200 anuais*

Logística
Responsável de Operações ............................................ €35 mil anuais*
Técnico de Supply Chain ............................................... €18.500 anuais*
Responsável de Armazém ............................................. €16 mil anuais¨*
Operacionais Transitários (marítimo e terrestre) ............... €14 mil anuais*

Construção
Diretores de Obra ........................................................ €50 mil anuais*
Project Manager .......................................................... € 40 mil anuais*
Encarregados de Obra .................................................. €35 mil anuais*
Desenhadores Projetistas .............................................. €25 mil anuais*

Tecnologias
IT Project Manager ...................................................... €42 mil anuais*
IT Business Analyst ..................................................... €35 mil anuais*
Java .......................................................................... €21 mil anuais*
Administradores de Sistemas Júnior ............................... €18.200 anuais*


BANCA & SECTOR FINANCEIRO
Banca, Instituições de Crédito e Seguradoras
Técnicos de Mercados Financeiros ................................. €32 mil anuais*
Técnicos de Compliance ............................................... €30 mil anuais*
Técnicos de Risco ........................................................ €30 mil anuais*
Gestores de Clientes ................................................... €23 mil anuais*
Assistentes Comerciais ................................................ €15 mil anuais*

Serviços de Auditoria e Consultoria
Managers de Auditoria, Advisory e Tax ............................ €70 mil anuais*
Consultores/ Auditores Séniores .................................... €35 mil anuais*
Consultores Auditores .................................................. €25.500 anuais*

Shared Service Centres e Telecomunicações
Controller ................................................................... €35 mil anuais*
Business Analyst ......................................................... €32 mil anuais*
Contabilistas ............................................................... €28 mil anuais*
Técnicos Financeiros .................................................... €22 mil anuais*
Accounts Payable/ Receivable ........................................ €18 mil anuais*

Indústria e Grande Distribuição/Retalho
Responsáveis Adminsitrativos e Financeiros ..................... €45 mil anuais*
Responsável de Recursos Humanos ................................ €42 mil anuais*
Accounting Managers ................................................... €40 mil anuais*
Controllers .................................................................. €35 mil anuais*
Técnico Oficial de Contas .............................................. €28 mil anuais*

MARKETING & VENDAS
Retalho
Retail Manager ............................................................ €35 mil anuais*
Brand Manager ............................................................ €28 mil anuais*
Diretor de loja ............................................................. €21 mil anuais*
Visual Merchandiser ..................................................... €18 mil anuais*
Gerente de Loja ........................................................... €14 mil anuais*

Grande Consumo
Marketing Manager ....................................................... €35 mil anuais*
Brand Manager ............................................................ €28 mil anuais*
Key Account Manager ................................................... €28 mil anuais*
Account Manager ......................................................... €21 mil anuais*

Farmacêutico
Chefe Regional de Vendas .............................................. €45 mil anuais*
Product Manager .......................................................... €45 mil anuais*
Delegado Hospitalar ...................................................... €33 mil anuais*
Clinical Research Associate ............................................ €32 mil anuais*
Técnico de Registo e Assuntos Regulamentares ................ €30 mil anuais*
Market Research .......................................................... €28 mil anuais*
Delegado Especialista ................................................... €24 mil anuais*

* Fonte MSearch Market Survey
* Valores brutos médios



OUTRAS NOTÍCIAS
Tecnológica PHC reforça equipa

Tecnológica PHC reforça equipa


“Imagina-te a Trabalhar Aqui” é a nova campanha de recrutamento do fabricante português de software PHC. A tecnológica que desde o início de 2015 já recru...

Países falham aposta no talento

Países falham aposta no talento


“O talento, e não o capital, será o factor-chave que conjuga inovação, competitividade e crescimento no século XXI. Para promover o talento, e consequentemente...

Tecnológicas dominam contratações em outubro

Tecnológicas dominam contratações em outubro


Num total de 2935 oportunidades de emprego partilhadas no universo Expresso Emprego (versão impressa e plataforma expressoemprego.pt), durante o último mês, 498 procuravam perfis e...



DEIXE O SEU COMENTÁRIO




ÚLTIMOS EMPREGOS