A sua carreira é o nosso trabalho
Empresas

    Voltar
  Tecnológicas recrutam 130 para terr  
  agap2 treina liderança  
Mentoring aproxima alunos ao mercado de trabalho

Mentoring aproxima alunos ao mercado de trabalho



04.04.2013 | Por Maribela Freitas

A Faculdade de Economia e Gestão da Universidade Católica do Porto (FEG-UCP) está a investir num programa de mentoring, destinando a alunos do segundo ciclo. A cada estudante é atribuído um mentor que o auxilia no seu percurso académico e na transição para o mercado de trabalho.

O programa de mentoring da FEG-UCP assume-se como uma oportunidade para os alunos de mestrado contactarem com profissionais das áreas de economia e gestão que estejam a trabalhar dentro ou fora de Portugal, bem como explorarem a suas vocações de carreira. Os estudantes do segundo ciclo inscrevem-se no programa e é traçado o seu perfil de forma a encontrar o mentor mais adequado. O objetivo é promover o desenvolvimento pessoal e profissional dos estudantes, através do reforço das suas competências transversais e aproximação ao tecido empresarial.

Atualmente o programa conta com 21 mentores, 11 dos quais estão já a trabalhar com um aluno. São todos profissionais das áreas de economia e gestão, sendo que alguns são antigos alunos da Universidade Católica. O programa está disponível para todos os estudantes de mestrado contando com dez já envolvidos. Estão mais 40 estudantes inscritos e destes 30 estão já em processo de exploração e identificação do perfil de mentor pretendido.

Para Valquíria Dias, responsável pelo programa de mentoring “esta iniciativa está claramente voltada para o mercado de trabalho e com a aproximação que fomenta entre estudantes e representantes de empresas, pretende promover uma integração eficaz dos alunos em contextos profissionais”. Ao contactar de forma próxima e direta com um profissional o estudante tem a oportunidade de conhecer o seu contexto de trabalho, as atividades e funções realizadas, bem como as dimensões que são valorizadas pelos empregadores e os desafios colocados pelo mercado laboral. “O testemunho do mentor sobre os objetivos definidos e as escolhas profissionais realizadas para os alcançar, permite ao estudante refletir sobre os seus objetivos de carreira, discutindo com o mentor as estratégias a curto e médio prazo mais eficazes para os concretizar”, salienta Valquíria Dias.

O programa permite ainda uma comunicação mais eficaz com as empresas. “O estudante solícita ao mentor sugestões sobre o seu currículo, cartas de motivação, perfil do linkedin e indicações de outras abordagens que pode mobilizar para conseguir comunicar de modo mais eficaz com a organização à qual se candidata”, enfatiza Valquíria Dias. Outras das vantagens desta iniciativa é a ampliação de contatos profissionais dos estudantes e uma aproximação das universidades à comunidade empresarial.

Pedro Simões está a viver nos Estados Unidos da América onde frequenta um MBA na Darden Graduate School of Business e quando terminar esta formação irá assumir a função de gestor de estratégia corporativa na empresa Cummins, Inc. Conta que “aceitei ser mentor pela possibilidade de partilhar a minha experiência e de ajudar alguém mais novo no respetivo processo de entrada no mercado de trabalho e desenvolvimento de carreira”. Acredita que neste processo o mentor também fica a ganhar pela oportunidade de desenvolver competências na área de mentoring que considera essenciais para a liderança de topo. Como mentor “posso ajudar naquilo que é a análise da função e da empresa: um candidato que percebe melhor a função para a qual se está a candidatar e de como ela se adequa ao seu perfil está em melhores condições de ter sucesso numa entrevista de emprego”. Na sua perspetiva os profissionais que fazem uma gestão mais consciente das suas carreiras acabam por ter mais sucesso, maior satisfação pessoal com as suas escolhas e de um modo geral criam mais valor para a sociedade.

Com 22 anos de idade e na qualidade de finalista do mestrado em gestão na FEG-UCP, Pedro Santos afirma que “este programa permite ter informação de alguém que já se encontra no mercado de trabalho e que de acordo com o que é analisado na fase inicial, tem um percurso profissional semelhante ao que pretendemos”. Dependendo da disponibilidade do mentor o estudante pode fazer qualquer pergunta. “Num mundo académico, muitas vezes tão teórico e fechado, esta visão prática é fundamental para o crescimento do aluno da pessoa”, finaliza Pedro Santos.

O Google apoia esta iniciativa da FEG-UCP, dando-lhe amplitude através de várias ferramentas. Foi criada uma comunidade do programa de mentoring no Google + que reforça a ligação entre os envolvidos e os estudantes têm também a oportunidade de contactar com Google mentors de diferentes áreas da empresa.

    Voltar
  Tecnológicas recrutam 130 para terr  
  agap2 treina liderança  


Deixe o seu comentário




 
Publicidade United Work


Siga-nos: Facebook Expresso Emprego Twitter Expresso Emprego Linkedin Expresso Emprego

Publicidade


Formação Em Destaque...   Formação
 

Office Manager

Page Personnel

Junior Product Manager

Page Personnel

Fleet Accounting Manager

Michael Page

Consultor Hospitality & Leisure

Michael Page

Supervisor de Logística

Michael Page

Consultor Funcional/Programador - Erp Primavera

Michael Page
 

Publicidade

©2014 | Expressoemprego | Todos os direitos reservados