Notícias

Líderes do conhecimento recrutam

Líderes do conhecimento recrutam

A lista das empresas reconhecidas como mentoras das melhores práticas de gestão organizacional do conhecimento é dominada pela presença das consultoras. PwC, Accenture, Deloitte, EY ou a McKinsey & Company figuram no top 20 das firmas que se destacam a nível mundial pela relevância que dão ao conhecimento e pela forma como potenciam o seu capital inteletual. Em Portugal, algumas destas integram largas dezenas de novos colaboradores a cada ano.

10.01.2014 | Por Cátia Mateus


  PARTILHAR
LinkedIn Twitter Facebook Google+



Em 1998 a Teleos em parceria com a The NOW Network, criaram o prémio Global Most Admired Knowledge Enterprises (MAKE), um programa de deteção e reconhecimento das empresas que, independentemente da sua dimensão, se destacam como exemplos de excelência na forma como criam, gerem e potenciam o seu conhecimento interno colocando-o ao serviço do desenvolvimento profissionais dos seus quadros, mas também da inovação dos seus produtos e do seu posicionamento competitivo no mercado. A edição 2013 do Prémio MAKE volta a mostrar que as empresas que reconhecemos como recrutadores de topo e negócios de sucesso têm na sua base talento humano e conhecimento.

A McKinsey & Company é a consultora melhor posicionada na última edição deste prémio, que não integra apenas consultoras, mas que tem uma presença forte de várias firmas desta área nos lugares cimeiros do ranking anual das “empresas líderes de conhecimento”. A McKinsey ocupa a segunda posição numa lista de 150 nomeados que também integra a PwC (5ª posição), a Accenture (8ª), Deloitte (10º) ou a EY (19º). A gestão estratégica do conhecimento reconhecida neste prémio começa logo no momento do recrutamento e na forma como selecionam o talento que integram.

Relações privilegiadas com as melhores universidades dos países onde atuam, programas de trainees pensados ao pormenor e uma política de progressão profissional sustentada no mérito e na aposta constante na capitalização de novos conhecimentos são os pilares da gestão de talento de qualquer uma destas empresas. No último ano, a PwC absorveu 288 novos colaboradores, maioritariamente para as áreas de auditoria e consultoria. Para este ano a empresa perspetiva realizar 250 novas contratações. António Saraiva, diretor de recursos humanos da empresa, não coloca de lado a possibilidade do número vir a auemntar, em função dos projetos que possam surgir e assegura que “o recrutamento para os candidatos que vamos receber em setembro já está a decorrer”. A empresa recruta  sobretudo jovens recém-licenciados nos quais investe, com um forte programa de desenvolvimento de conhecimentos e competências que se mantém constante ao longo da vida dos colaboradores na empresa e que é condição para a sua evolução na carreira.

Na Accenture, Deloitte e EY o processo segue regras muito semelhantes. No último caso, Margarida Dias, a diretora de RH, começou no ano passado a analisar potenciais talentos. A empresa abriu as suas portas em novembro e um open day onde procurou conhecer potenciais consultores, com as carateristicas necessárias para as 100 vagas que deverá abrir em 2014. A responsável de RH garante que o que distingue as empresas onde o conhecimento é o fator-âncora é o facto de nunca tirarem os olhos do mercado e não oferecerem vagas ou oportunidades de trabalho, mas sim carreiras.

Apesar da forte presença das consultora, o Prémio MAKE 2013 é liderado pela tecnológica Samsung que destaca pelo seu capital de conhecimento perante um júri de 500 lideres empresariais oriundos do ranking da “Global Fortune”. Além de ser também um recrutador ativo, a Samsung tem uma posta sustentada na capacitação e transferência de conhecimento para os seus profissionais. No final do último ano a empresa criou em Portugal o Tech Institute, um centro de formação pensado para ajudar a ultrapassar a falta de qualificação profissional em áreas muito específicas do universo tecnológico e aproximar os profissionais da empregabilidade.

Ranking dos líderes

1. Samsung
2. McKinsey & Company
3. Toyota
4. Schlumberger
5. PwC
6. Apple
7. Google
8. Accenture
9. Conoco Phillips
10. Deloitte
11. Fluor
12. Amazon.com
13. Tata Group
14. IBM
15. POSCO
16. Wipro Limited
17. Infosys Limited
18. Microsoft
19. EY
20. Vale S.A



OUTRAS NOTÍCIAS
União Europeia quer funcionários públicos

União Europeia quer funcionários públicos


Se é funcionário público e sonha com uma carreira internacional, esta oportunidade pode ser para si. A União Europeia está à procura de profissionais com v&ia...

REN premeia empregabilidade

REN premeia empregabilidade


Levar Portugal a agir no que ao desemprego diz respeito é a grande bandeira da edição 2014 do Prémio Agir, a primeira do novo projeto de Responsabilidade Social Corporativa...

Recrutadores vão à escola

Recrutadores vão à escola


Chegar ao talento cada vez mais cedo é a estratégia de um número crescente de empresas que procuram assim reforçar o seu posicionamento com recrutadores atrativos. Filipa C...



DEIXE O SEU COMENTÁRIO




ÚLTIMOS EMPREGOS


1 (um) Coordenador

ERSAR - Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos

Advogado

Anónimo