Notícias

Há um curso profissional para profissionais de Contact Center

Há um curso profissional para profissionais de Contact Center

Depois de ter inaugurado nas suas instalações o primeiro Contact Center pedagógico, a Escola de Comércio de Lisboa vai agora criar um curso vocacional na área dos Contact Centers.

13.11.2015 | Por Cátia Mateus


  PARTILHAR
LinkedIn Twitter Facebook Google+



À medida em que aumentam em Portugal as plataformas de serviços partilhados e os centros de contacto de empresas multinacionais, cresce também a necessidade de qualificação numa área que representa muitas vezes o primeiro contacto entre empresas e clientes e com impacto decisivo em muitos negócios. Foi a pensar nas necessidades de um sector que, segundo um estudo recentemente divulgado pela Altitude Software, em Portugal emprega já mais de 55 mil profissionais e congrega mais de 400 contact centres, que a Escola de Comércio de Lisboa estruturou o primeiro Curso Vocacional Secundário, de nível 4, direcionado à formação de técnicos na área dos Contact Centers.

Cerca de 1,2% da população ativa portuguesa trabalha no sector dos contact centres. Os dados do European Contact Center Benchmark, relativos a 2014, dão conta da existência de 35.500 centros de contacto espalhados por 30 países europeus e assegurando emprego a mais de 3,8 milhões de pessoas. O número representa, segundo o estudo, um crescimento de 3,6% face a 2013, mas em Portugal o crescimento é maior. A análise demonstra que em território nacional, o número de empregos criados em 2014 neste sector foi 9% superior ao ano anterior. Em média, os centros de contacto em funcionamento na Europa emprego 81 profissionais, mas em Portugal têm-se destacado estruturas muito superiores. E para o próximo ano, novos investimentos estão já previstos.

Foi para promover a qualificação e formação destes profissionais que a Escola de Comércio de Lisboa estabeleceu uma parceria com a PT Contact e a Associação Portuguesa de Contact Centers (APCC) para promover um curso de dupla certificação, com duração de dois anos e forte componente prática e de ligação ao tecido empresarial. As primeiras turmas do curso, com algumas dezenas de alunos, deverão abrir já este ano.

Piedade Redondo Pereira, diretora da escola, justifica a criação do curso com a necessidade identificada pelo fórum de empresários da escola de “encontrar um novo perfil profissional que fosse de encontro às necessidades do mercado ao nível do atendimento e do contacto através de telefone, mail, vídeo, bem como da gestão da relação com o cliente”. O curso contemplará a realização de estágios em empresas e contará com profissionais do sector no seu grupo de formadores, fomentando a necessária ligação à prática e às reais necessidades do sector em matéria de qualificação.



OUTRAS NOTÍCIAS
Quem são e quanto ganham os perfis mais procurados pelas empresas

Quem são e quanto ganham os perfis mais procurados pelas empresas


Um diretor de obra, no sector da construção, tem uma média de rendimento bruto anual superior à de um gestor de projeto na área das tecnologias de informaç&at...

Tecnológica PHC reforça equipa

Tecnológica PHC reforça equipa


“Imagina-te a Trabalhar Aqui” é a nova campanha de recrutamento do fabricante português de software PHC. A tecnológica que desde o início de 2015 já recru...

Países falham aposta no talento

Países falham aposta no talento


“O talento, e não o capital, será o factor-chave que conjuga inovação, competitividade e crescimento no século XXI. Para promover o talento, e consequentemente...



DEIXE O SEU COMENTÁRIO




ÚLTIMOS EMPREGOS