Notícias

Feedzai recruta data scientists

Feedzai recruta data scientists

A portuguesa Feedzai está a recrutar para a sua operação nacional 50 profissionais na área da engenharia e data science. Em 2015 a tecnológica faturou mais de €17,7 milhões de euros (20 milhões de dólares) e o volume de negócio atual aponta para um crescimento na ordem dos 200% para 2016. 

08.10.2016 | Por Cátia Mateus


  PARTILHAR
LinkedIn Twitter Facebook Google+



É portuguesa e apontada como uma das mais bem-sucedidas tecnológicas globais a operar na indústria do Big Data. Desde 2013, a portuguesa Feedzai tem alcançado um ritmo de crescimento anual que ronda os 300%, somando lucros desde o ano seguinte. Em 2015 faturou mais de €17,7 milhões (20 milhões de dólares) e para este ano está previsto um crescimento superior a 200%. Para a empresa o foco no talento é prioritário e crítico para a sua estratégia de expansão, e por isso os é uma aposta permanente. Mas a empresa tem agora um target muito específico: há 50 vagas disponíveis para engenheiros e data scientists, em Lisboa.

A Feedzai é uma das principais patrocinadoras do Pixels Camp, o evento de programação que termina hoje, cujo foco é aproximar o ecossistema tecnológico português nesta área. Esta aproximação ao talento – neste caso específico, materializado através da partilha de conhecimento dos engenheiros de software e data scientis da Feedzai com os participantes que assistiram às várias palestras do evento - é uma das apostas permanentes de Nuno Sebastião, CEO da Feedzai. Para o líder da tecnológica, “o recrutamento de talentos que respondam às nossas necessidades é um dos focos principais da Feedzai, neste momento”.

A empresa está a contratar 50 engenheiros e data scientists para o seu escritório em Portugal, mas no âmbito do seu processo de expansão internacional tem também contratações ativas para França, Alemanha e Reino Unido. “Prevemos que estes 50 colaboradores integrem os quadros da empresa nos próximos oito meses, mas este timming depende bastante de conseguirmos encontrar os melhores e mais talentosos profissionais que tenham a capacidade de trabalhar com a mais recente tecnologia de big data e inteligência artificial”, explica Nuno Sebastião.

Segundo o líder da tecnológica, diariamente, “cerca de 3 mil milhões de dólares em transações são analisados pela tecnologia machine learning da Feedzai”. Com a crescente adoção da tecnologia da startup portuguesa por parte de empresas e instituições bancárias de todo o mundo, para analisar grandes quantidades dados para detetar e gerir o risco em transações eletrónicas, surge também a necessidade de recrutar especialistas para responder a este crescimento.



OUTRAS NOTÍCIAS
Imobiliário reforça contratações

Imobiliário reforça contratações


O mais recente estudo da consultora imobiliária CBRE aponta para que o volume de investimento imobiliário possa atingir este ano 1,8 mil milhões de euros. O valor é o segun...

ISCTE leva programa de Gestão a Leiria

ISCTE leva programa de Gestão a Leiria


Chama-se Programa Geral de Gestão Empresarial e resulta de uma iniciativa que liga a D. Dinis Business School e o ISCTE-IUL. As duas instituições uniram-se para realizar no pr&oac...

Aeronáutica: o sector do futuro

Aeronáutica: o sector do futuro


Florbela Costa foge ao perfil típico dos profissionais do sector aeronáutico. Desde logo porque é mulher, numa profissão que só agora começa a captar o intere...



DEIXE O SEU COMENTÁRIO




ÚLTIMOS EMPREGOS


1 (um) Coordenador

ERSAR - Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos

Advogado

Anónimo