Notícias

Este curso promete ensinar a gerir Governos

Este curso promete ensinar a gerir Governos

A universidade espanhola Camilo José Cela vai trazer a Portugal uma pós-graduação em Gestão de Governos e Campanhas Eleitorais. O curso tem início em outubro.

03.09.2016 | Por Cátia Mateus


  PARTILHAR
LinkedIn Twitter Facebook Google+



Aumentar a qualidade dos participantes da vida política nacional é um dos propósitos da primeira edição nacional do curso de pós-graduação em Gestão de Governos e Campanhas Eleitorais, que a Universidad Camilo José Cela vai realizar em Portugal. O curso tem data de início marcada para 14 de outubro e para Nuno Cruz Inácio, diretor da pós-graduação, “é a formação que faltava no nosso país. Com ela vamos poder aumentar, exponencialmente, a qualidade dos participantes da nossa vida política”. Para o director, o curso possibilitará também “a criação de bases para o desenvolvimento, a longo-prazo, desta vertente da comunicação no nosso país.”

O curso está direcionado a detentores de grau de licenciatura ou equivalente, que ambicionem consolidar uma carreira política ou de comunicação política. Por outras palavras, é uma pós-graduação formatada para quem se imagina a liderar um país, um Governo, um ministério, uma autarquia ou assessorar qualquer um destes líderes. A pós-graduação “pretende cobrir a carência de propostas formativas em torno da Comunicação Política em Portugal”, e conta com alguns especialistas nacionais e estrangeiros.

São mais de 20 os professores e especialistas de diversas nacionalidades que integram a edição portuguesa deste curso. Os consultores Martins Lampreia, António Cunha e Vaz, Luís Paixão Martins, Rui Calafate e Joaquim Vicêncio fazem parte do corpo docente da pós-graduação, lado-a-lado com nomes como o brasileiro Carlos Manhanelli, Vicente Fox (ex-presidente do México), Eduardo Duhalde (ex-presidente da Argentina) e Ernesto Samper (antigo presidente da Colômbia), entre outros.

A projeção internacional do painel de docentes do curso - que aposta na formação de especialistas em imagem e comunicação – confere-lhe, segundo a organização, uma visao global e abrangente que não se restringe à realidade europeia e consolida uma forte interação com outros centros académicos nos Estados Unidos, Brasil, Argentina e Espanha Segundo o diretor do curso, os estudantes beneficiarão ainda da partilha de experiências com colegas e docentes de outras nacionalidades. Uma multiculturalidade que permitirá a criação de uma visão global da política entre os vários participantes, bem como “a transmissão de conhecimentos profundos das questões-chave e últimas tendências do marketing, da comunicação e da consultoria política”.



OUTRAS NOTÍCIAS
10 profissões com futuro

10 profissões com futuro


Cerca de 60% dos melhores empregos dos próximos dez anos ainda não foram criados. É Thomas Frey, senior futurist (estratéga de inovação) do DaVinci Institu...

FCSH e Santander voltam a apostar na inovação académica

FCSH e Santander voltam a apostar na inovação académica


Identificar e impulsionar projetos mais inovadores, orientados para a criação e desenvolvimento de empresas privadas ou do setor cooperativo e social é o objetivo do Pré...

Airbus procura mentes brilhantes

Airbus procura mentes brilhantes


A Airbus vai realizar pela quinta vez a competição Fly Your Ideas. O concurso de empreendedorismo e inovação ocorre a cada dois anos e desafia jovens de todo o mundo &ld...



DEIXE O SEU COMENTÁRIO




ÚLTIMOS EMPREGOS


ENGENHEIRO DE MATERIAIS

Randstad Professionals

ENGENHEIRO DE PROCESSO

Randstad Professionals