Notícias

A arte de gerir conflitos para profissionais

A arte de gerir conflitos para profissionais

Quem disse que a capacidade para lidar com a adversidade e com o conflito não se treina? A empresa de formação True Skills que demonstrar o contrário e preparou uma formação em gestão de conflitos que visa facilitar o quotidiano de muitos profissionais.

20.03.2015 | Por Cátia Mateus


  PARTILHAR
LinkedIn Twitter Facebook Google+



Há múltiplas diferenças entre os conflitos intrapessoais, interpessoais e organizacionais e procedimentos distintos para a sua resolução. A pensar nos profissionais da atualidade que, cada vez mais, atuam em ambiente colaborativo, a True Skills preparou uma formação especificamente orientada para a Gestão de Conflitos. O curso decorre já no próximo mês – de 16 a 17 de Abril – em Lisboa, e demonstrará que até dos conflitos é possível retirar vantagens e aprendizagem.

Segundo questionários de diagnóstico realizados pela especialista em formação True-Skills, a causa mais comum de conflitos entre colegas de trabalho é a regulação do ar condicionado. Existirão certamente causas mais sérias e com maior impacto sobre a eficácia e rentabilidade dos negócios, mas a verdade é que os aspetos mais irrelevantes da vida quotidiana das empresas tendem a gerar conflitos e a perturbar as relações pessoais e profissionais dos trabalhadores. Para minimizar estes focos de instabilidade organizacional, a empresa quer treinar os profissionais, dotando-os das competências necessárias para “mediar e gerir os conflitos, abordando de forma prática e interativa os estilos de relacionamento interpessoal, com grande foco na assertividade”, explica Sérgio Caldeirinha, CEO da True-Skills.

Para o responsável, “a complexidade do nosso mercado laboral, e as expetativas e pressão colocadas diariamente a todos os colaboradores de entidades públicas e privadas, fazem com que esta formação seja de uma necessidade extrema para gerir, da melhor maneira, o seu ambiente de trabalho, criando relações mais autênticas, baseadas no conhecimento do outro e nos limites de cada um”. Ao todo, são 14 horas de formação, orientada para profissionais onde serão abordados questões como a distinção e caracterização dos diferentes tipos de conflitos, o diagnóstico dos sinais de conflito, a identificação das melhores estratégias para lidar com o conflito, o autocontrolo emocional, a comunicação assertiva, a negociação e a capacidade empática enquanto formas de prevenção do conflito, as vantagens e desvantagens do conflito, a identificação das emoções e de padrões comportamentais, os estilos de relacionamento, as técnicas para gerir conflitos nas equipas de trabalhos e muitas outras questões.
No final da formação, explica Sérgio Caldeirinha, “serão distribuídos smart tips (cartões de memória) que sintetizam os pontos principais de cada um dos cursos. Uma ferramenta de consulta que permite aos formandos fazerem um refreshment dos principais conceitos apreendidos”.



OUTRAS NOTÍCIAS
Têxtil volta a contratar

Têxtil volta a contratar


Há oportunidades de carreira no sector têxtil e são muito aliciantes. É desta forma que Paulo Vaz, presidente da Associação Têxtil e de Vestuário ...

Securitas Direct reforça estrutura comercial

Securitas Direct reforça estrutura comercial


A empresa de sistemas de alarme Securitas Direct tem em marcha um plano de expansão nacional que prevê a criação de 110 novos empregos em território nacional. A empre...

Mundo do trabalho em 'revolução'

Mundo do trabalho em 'revolução'


Transformar o modo como as pessoas trabalham em equipa é, simultaneamente, o mote e o objetivo da 14ª edição da EXPO RH. O evento pretende juntar os líderes da á...



DEIXE O SEU COMENTÁRIO




ÚLTIMOS EMPREGOS


ADMINISTRATIVO DE OBRA - SETÚBAL

Michael Page Portugal

ADMINISTRATIVO FINANCEIRO (ALEMÃO)

Spring Professional Portugal

ADVOGADO ASSOCIADO

Spring Professional Portugal