Notícias

700 mil oportunidades nas TIC

700 mil oportunidades nas TIC

Em Portugal o sector está em total contraciclo com a economia e mantém-se como o mais dinâmico nas contratações, sendo já muitas as organizações que falam em défice de quadros para as necessidades das empresas.
15.03.2013


  PARTILHAR
LinkedIn Twitter Facebook Google+



Mas ser licenciado na área das tecnologias de informação não é apenas sinónimo de facilidade de emprego em Portugal A Comissão Europeia prevê que até 2015 o sector das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) possa gerar 700 mil empregos. A caça aos melhores talentos já está em marcha e os profissionais portugueses são requisitados a uma escala global. Em fevereiro, o sector das Tecnologias de Informação (TI) voltou a destacar-se nas ofertas divulgadas no universo Expresso Emprego - versão impresa e sítio expressoemprego.pt - como o mais dinâmico. Num universo de 532 oportunidades divulgadas no último mês, 104 estavam especificamente direcionadas para perfis e funções ligados à área. Engenheiros especializados em TI e informática, programadores, web developers, webmasters e outros especialistas formados em Portugal gozam de boa reputação junto de empresas nacionais e estrangeiras que, em cada vez maior número, procuram as universidades nacionais para detetar talento. Um reconhecimento que posiciona os portugueses entre os alvos preferenciais das contratações, num sector que segundo a Comissão Europeia (CE) já se debate com carência de perfis qualificados. Foi Durão Barroso, o presidente da CE, quem lançou o alerta: até 2015, a Europa deverá criar entre 700 a 900 mil empregos na área digital. O emprego no sector aumenta a um ritmo estimado de 100 mil novas oportunidades a cada ano, mas a capacidade de resposta das instituições de ensino na formação de novos profissionais parece não conseguir competir com a velocidade do mercado. Para colmatar esta lacuna, a CE quer unir os Governos dos Estados-membros, as empresas do sector e as entidades de formação em torno da criação de uma coligação que promova a criação de emprego no sector das TIC. A primeira face visível desta união de vontades foi o lançamento, durante a CeBIT que decorreu recentemente em Hannover, na Alemanha, da plataforma online Academy Cube, criada com a participação da SAP e cuja missão é qualificar e formar 100 mil jovens talentos nas competências técnicas mais procuradas pelas empresas de TI. Segundo a CE, “o programa permitirá aos jovens europeus a aquisição das competências necessárias e adequadas a uma carreira no sector das TIC ou ainda, abrir caminho a que se tornem empresários ou empreendedores na área”. O Academy Cube beneficiará também os talentos portugueses, formados na área ou em busca de requalificação profissional nas TI onde há 700 mil oportunidades para aproveitar. Quem está a recrutar mais* Tecnologias de Informação, Engenharia e Gestão continuam a liderar as oportunidade emprego divulgadas pelo Expresso. Com profissionais de qualificação reconhecida a nível internacional, os portugueses tem vindo a ganhar com internacionalização de inúmeros projetos para diversas geografias, mas também com as crescentes missões de recrutamento que empresas estrangeiras realizam em Portugal. O ranking Expresso Emprego deste mês espelha um país que forma profissionais reconhecidos a nível global, seja nas TI ou nas engenharias. 1º IT GEST 2º Reditus 3º T-Systems 4º ScoTTURB 5º Engineering Supply 6º Sinfic 7º Bergit 8º GMV 9º Club L – Health Clubs 10º Cambridge Technology Partners


OUTRAS NOTÍCIAS
UE abre vagas para estágios remunerados

UE abre vagas para estágios remunerados


A União Europeia (UE) está à procura de jovens talentos, licenciados em várias áreas, para a realização de estagios remunerados em diversas instituições. Os estágios terão lugar em diversas cidades eu...

45,5% das empresas querem contratar, mas de forma certeira

45,5% das empresas querem contratar, mas de forma certeira


O ambiente é de máxima austeridade, mas as empresas portuguesas continuam a desbravar caminho, tendo sobretudo como meta a expansão para novas geografias. Um esforço de conquista de mercado que está a...

Privados vão colocar desempregados

Privados vão colocar desempregados


A criação de agências privadas de colocação e emprego será mais fácil e passará a depender exclusivamente de uma comunicação prévia, deixando de ser necessário o processo de licenciamento. Foi esta qu...



DEIXE O SEU COMENTÁRIO




ÚLTIMOS EMPREGOS


Admissão de Piloto

APS - Administração dos Portos de Sines e do Algarve S.A.

advogado

Morais Cardoso e Associados

Assistente de Educação Especial no Ensino Secundário

St. Dominic’s International School