Carreiras

- Faça um looping na sua carreira



01.01.2000



  PARTILHAR




Faça um looping na sua carreira!


Sente-se profissionalmente insatisfeito? Julga-se capaz de dar uma volta de 180 graus?
Imagine que estudou música e agora quer ser pediatra! Nunca pensou que os choros e as birras das crianças fossem música para os ouvidos?


Vê os seus amigos contentes, com uma carreira óptima e financeiramente bem. A sua profissão não lhe dá nada disto! É certo que está a exercer a actividade para que tanto estudou e até lhe custa recordar esses anos "penosos" no curso.
Tinha a certeza de que sempre teve perfil para esta profissão, mas agora sente-se desanimado e apetece-lhe experimentar outras coisas, outras áreas - outra profissão!
Quer substituir o fato e a gravata pelo fato de treino e os ténis. Isto, claro, é uma maneira de dizer que quer uma mudança radical na sua vida profissional. Às vezes, para sair de uma insatisfação é preciso "cortar o mal pela raiz".
E porque não arriscar? As suas vozes interiores podem enfrentar um profundo debate:

- "Ainda sou um jovem e tenho de apostar em mim!
- Apostar sim, mas na tua área! Que experiência tens tu para ires trabalhar noutro ramo?
- A experiência adquire-se e a vocação também conta!
- Então andaste a estudar para quê?"

...o conflito pode continuar e tirar-lhe muitas noites de sono.

Mas se é uma pessoa determinada, ambiciosa e segue à risca o ditado - "Quem não arrisca, não petisca" - prepare-se para dar um "looping"!
Tenha como objectivo a realização profissional. Se for preciso, para afastar medos, dúvidas e ganhar coragem, escreva todos os dias um pensamento positivo como: "a minha decisão vai-me ajudar a crescer profissionalmente".
Mesmo não tendo experiência na área em que quer arriscar, pense sempre que é uma fase da sua vida e que pode acontecer na altura certa e para o local certo. Às vezes temos medo de mudanças radicais na nossa vida, mas quando as concretizamos acabamos por perceber que foi o melhor que fizemos. Sinta-se sempre jovem para seguir os seus instintos. Se falhar, lembre-se que também aprendeu alguma coisa e, pelo menos, não ficou com um "se..." para o resto da sua vida.

Da família e dos amigos colocam-se duas posições possíveis: ou podem dar-lhe um "empurrão" ou podem tentar dissuadi-lo de perseguir o seu sonho. Se a sua situação for a primeira, nos dias em que lhe falte a força, vai ter sempre alguém a "levantá-lo"; se o caso for mais parecido com a segunda opção, vire o jogo ao contrário - arranje força para provar que estava certo e a sua família e amigos errados!

Batalhar por um novo emprego já é difícil e o cenário piora quando sabe que não estudou nem nunca trabalhou na área pela qual quer optar agora. Tenha em mente que nem tudo são desgraças e se sente que tem vocação, ainda vai a tempo de adquirir toda essa experiência necessária - com vocação a aprendizagem torna-se sempre mais fácil.
Mas vamos com calma e por etapas:

Como primeiro passo é importante que decida o rumo que quer dar à sua vida profissional. Faça uma auto-análise e determine a orientação da sua mudança. Empenhe-se nessa decisão e procure não voltar atrás. Para isso, dedique algum tempo de reflexão e teste ao pormenor se as suas resoluções são concretizáveis.

Depois de chegar a uma conclusão sobre a área na qual quer apostar, procure desenvolver as suas aptidões. No fundo, terá de fazer um trabalhinho de casa que passa por fazer muita pesquisa, frequentar algumas acções de formação, falar directamente com pessoas desse ramo e conhecer a profissão no mundo real.

Chegou a altura de encontrar a empresa ideal. Tente "bater à porta" de uma empresa que partilhe das suas ideias, valores, utilize a mesma linguagem e possa trabalhar com pessoas que sabem mais e são capazes de transmitir esse conhecimento. Não julgue que isto é uma utopia. Parta à conquista do emprego e da empresa que lhe pode melhorar a vida profissional, aumentar o desempenho e a auto-estima.

Na hora da entrevista, não fique receoso e reaja naturalmente quando lhe perguntarem a opção por aquela área em detrimento do curso que tirou e da prévia experiência profissional. Esclareça que é capaz de desempenhar as funções para que se candidata porque tem as habilidades e aptidões para o cargo, mesmo sem ser um especialista no ramo.

Em nome da sua realização profissional, deixe-se guiar pelos seus instintos e um fazer um "looping" não é tão difícil quanto parece e pode mudar a sua vida para melhor! Lembre-se apenas de dar esse "looping" com a maior segurança que lhe for possível - não queremos que a corda se parta e se magoe!
Tire algum prazer no risco que vai correr. Não se deixe acomodar por uma situação que lhe dá alguma estabilidade, mas que não lhe dá felicidade. Acima de tudo, valorize-se!

TP






DEIXE O SEU COMENTÁRIO




ÚLTIMOS EMPREGOS


ACCOUNT MANAGER - B2B

Spring Professional Portugal

ACCOUNT MANAGER - IT

Spring Professional Portugal

ACCOUNT MANAGER - SECTOR PÚBLICO

Spring Professional Portugal