Carreiras

-Aproveite o desemprego



01.01.2000



  PARTILHAR




Aproveite o desemprego

Estar desempregado pode não ser tão mau quanto julga ou, pelo menos, pode ser uma situação possível de ser mais bem aproveitada do que pensa. Aposte na sua formação e encare esta situação temporária como uma nova etapa para conseguir um emprego melhor.


Descanse e aprenda

Pode ser assim que pode encarar a fase de desemprego. É importante não desesperar nem pensar que nunca vai conseguir sair desta situação. Tudo na vida é temporário, logo esta nova fase também. Aproveite da melhor maneira este "tempo livre" que lhe proporcionaram e prepare-se para a chegada de uma melhor fase na sua vida.

Pode aproveitar este tempo de várias formas, mas descansar e aprender são, talvez, as mais importantes.

Descansar: é extremamente importante que antes de iniciar uma nova batalha descanse corpo e mente. Tire algum tempo para si. Mime-se. Aclare a mente de forma a conseguir elaborar novas estratégias de luta e de valorização pessoal. Pratique yoga ou faça um pouco de exercício físico - "Mente sã em corpo são". Descomprima e esqueça todos os seus problemas. Foque todas as suas energias na sua valorização e na procura de um novo emprego. Não se deixe abater por maus espíritos e encare tudo com grande optimismo.

Aprender: o desemprego pode ser um tempo de reflexão e renovação, até de melhoramento das suas capacidades. E porque o saber não ocupa lugar, quatro razões para nesta fase apostar na sua educação:

Investimento para um melhor emprego;

Conhecer pessoas em situação semelhante com quem pode trocar ideias e aprendizagens;

Adicionar estruturas e pontos de interesse a um período de tempo que pode, por vezes, parecer irregular e mal definido;

Mostrar aos seus futuros empregadores que é uma pessoa determinada e motivada e que apesar de estar desempregada apostou em algo que pode vir a melhorar a sua carreira.

É importante que haja depressa e que saiba aproveitar todo o tempo que tem disponível para lançar mãos a este novo investimento. Os primeiros dias de desempregado são os dias cruciais para agir. Não se deixe abater pelo desânimo e vá à luta!

Procure todo o tipo de informação em educação e formação. Contacte o centro de emprego mais próximo da sua área de residência e informe-se sobre todo o tipo de cursos que eles têm para lhe oferecer. Mas não se fique por aqui. Contacte escolas, institutos e universidades, vá a colóquios, congressos ou seminários, inscreva-se em cursos de formação, aborde outras áreas de interesse que não a sua, torne-se polivalente.
Aprenda por si

Ao mesmo tempo que se empenha na sua formação e investe na sua educação, continue a procurar emprego e invista no emprego que mais lhe agradar mesmo que tenha de interromper a sua aprendizagem.

Tenha sempre presente que esta é uma fase "diferente" na sua vida. Pode ser complicado conseguir conciliar a procura de emprego com o seu programa de aprendizagem ou até mesmo o curso que entretanto começou com o emprego que depois conseguiu. E porque não pôr a hipótese de optar por cursos pós-laborais?

Com um pouco de preparação e empenho você pode transformar um período de despedimento num período de crescimento. Educação e formação podem dar-lhe o empurrão que lhe faltava para reentrar na vida activa.

SW






DEIXE O SEU COMENTÁRIO




ÚLTIMOS EMPREGOS


1 (um) Coordenador

ERSAR - Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos

Advogado

Anónimo